Agenda cultural

publicado: 26/03/2013 21h47,
última modificação: 30/01/2019 15h39

Zero Hora – RS, Da Redação, 10/08/2007
Concebida como uma programação paralela à 6ª Bienal do Mercosul, a Bienal B contará com o trabalho de mais de 300 artistas que espalharão suas obras em 40 pontos da cidade, de 27 de agosto a 28 de outubro. Galerias da região e o Moinhos Shopping servirão de palco para algumas instalações.

Em uma das obras, chamada Lar Doce Lar, os artistas Clau Paranhos e Beto Chedid vão permanecer enjaulados durante todo o dia no segundo andar do shopping.

A Bienal B é um evento organizado de forma independente por um grupo de artistas plásticos gaúchos e que ganhou adeptos de outros Estados e de fora do país. O movimento foca no conceito “faça você mesmo” e pretende aproveitar o período mais destacado para a atividade artística como chamariz para a programação paralela.

O Moinhos Shopping, um dos principais parceiros da Bienal B, será uma espécie de espaço âncora da mostra e contará com 11 trabalhos espalhados pelos quatro andares do prédio.

Galerias da região também receberão obras dos artistas, além de espaços já consagrados de exposições no Centro.

Antes da abertura oficial, a Bienal B realiza a partir do dia 17 de agosto o talk show Língua de Artista. São encontros quinzenais no shopping, às 18h das sextas-feiras, na Praça de Alimentação. O primeiro tem como tema O Dia em que a Moldura Caiu, mas Continua Lá! Em discussão, a passagem da arte moderna para a pós-moderna e o papel social do artista. São espaços para artistas e público discutirem as relações entre arte, autoria, design e moda. A participação nestes encontros é gratuita e não é necessária inscrição prévia.

Espaços da Bienal B na região

– Arte e Fato Galeria (Rua São Manoel, 285)

– Casa de Lou Lou (Rua Mariante, 170)

– Espaço Cultural Rotta Ely (Padre Chagas, 65)

– Iphan (Av. Independência, 867)

– Moinhos Shopping (entradas pelas ruas Olavo Barreto Viana e Tobias da Silva)

– Subterrânea Atelier (Av. Independência, 745)

– Informações no site da mostra: www.bienalb.org

Teatro, música e projeções na Galeria do Dmae

Será aberta neste dia 9, às 19h, na Galeria do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), a mostra Ardecidade. Integrante do calendário de apoio da Bienal B, a mostra vai ocupar os espaços da Galeria de Arte do Dmae, seu entorno, além de pontos estratégicos da cidade, com vídeos, fotos, instalações, esculturas e performances.

Teatro do invisível, projeções ao ar livre e a intervenção musical do Projeto Malaguetta são as atrações previstas na exposição. A visitação vai até 31 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30min.

Exposição no Goethe

O artista plástico Walmor Corrêa apresenta a exposição Memento Mori, na galeria do Instituto Goethe (Rua 24 de Outubro, 112). Com sua poética pautada no estranhamento, Walmor mostra uma espécie de “gabinete de curiosidades”, no qual uma série de imagens e objetos convida a pensar na fugacidade da vida e na passagem veloz do tempo.

Memento Mori é uma expressão latina que pode ser interpretada como um aviso: Lembra-te que morrerás. Na exposição, caixas de música trazem, na parte superior e protegidos por redomas de vidro, seis esqueletos de pássaros. Cada imagem tem sua singularidade. As curiosas deformações presentes nas obras estavam nos animais e esqueletos da série Catalogações, que Walmor apresentou na Bienal de São Paulo de 2004.

A exposição ocorre até o dia 6 de setembro, com visitação de segunda a sexta-feira, das 10h às 22h, e aos sábados, das 10h às 12h30.