Após reforma, Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles, em Brasília, será reaberta no dia 29 de outubro

O anúncio foi feito pelo secretário especial da Cultura, Henrique Pires, durante cerimônia de abertura da 35ª Feira do Livro de Brasília

publicado: 07/06/2019 18h44,
última modificação: 14/06/2019 11h16
Fechada desde 2014, a Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles será reaberta no Dia Nacional do Livro (Foto: Divulgação)

A Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles, localizada em Brasília, terá as portas reabertas no dia 29 de outubro deste ano. O anúncio foi feito pelo secretário especial da Cultura do Ministério da Cidadania, Henrique Pires, durante a abertura oficial da 35ª Feira do Livro de Brasília, na noite desta quinta-feira (6).

“Nós escolhemos reabrir a Biblioteca Demonstrativa no dia 29 de outubro por ser o Dia Nacional do Livro, em homenagem à fundação da Biblioteca Nacional no Rio de Janeiro”, disse Henrique Pires. O secretário lembrou que a Demonstrativa é uma referência para a capital, tanto em termos de importância para a política de valorização da leitura, quanto de longevidade – o edifício que abriga a biblioteca foi um dos primeiros a ser construído na cidade.

Para Pires, a entrega do espaço revitalizado será um dos marcos comemorativos em torno do aniversário de Brasília, que completa 60 anos em 2020. “É muito importante que este espaço esteja pleno, revitalizado, ativo, recebendo jovens, adultos, crianças e turistas neste momento em que Brasília começa a preparar o seu aniversário de 60 anos”, completou.

Gestão local

Na abertura da feira, o secretário também informou que a gestão da biblioteca poderá ser transferida para o governo do Distrito Federal. “Na ocasião [de reabertura da Demonstrativa], também vamos assinar um termo de parceria com o governo do Distrito Federal, que pretende assumir a gestão daquele espaço”, disse Henrique Pires. Atualmente, o local está vinculado ao Departamento de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB) da Secretaria da Economia Criativa (SEC), que integra a estrutura da Secretaria Especial da Cultura.

Para o subsecretário de Patrimônio Cultural do GDF, Cristian Brayner, a cessão do gerenciamento do espaço é uma decisão acertada. “É uma excelente parceria em que a Secretaria Especial da Cultura nos entregará a Biblioteca mobiliada, com acervo, ou seja, em um estado perfeito para o uso, e o governo do Distrito Federal entrará com a gestão do espaço. Então, todos ganham. Ganha a secretaria, o GDF, a população e os turistas que vêm à Brasília”.

Sobre a reforma

As obras de revitalização da Biblioteca Demonstrativa foram iniciadas em agosto de 2018, com investimentos de R$ 1,764 milhão. O projeto arquitetônico do novo prédio da Biblioteca Demonstrativa prevê a ampliação da área construída de 1.300 m² para 1.550 m². A mudança permitirá a implantação de mais banheiros e uma melhor distribuição dos espaços, com a instalação de palco para eventos, brinquedoteca, área externa para leitura, espaço de contação de histórias, biblioteca acessível para cegos e lanchonete.

Também serão construídas passagens ligando o edifício principal à área anexa, que será ampliada para receber mais acervo. Outra novidade do projeto é o uso de telhas termoacústicas, que reduzirão o barulho externo e o uso de ar condicionado. O secretário especial da Cultura esclarece que “as obras estão andando dentro do ritmo estabelecido, dentro do cronograma a partir do contrato que foi firmado”.

As obras de reforma e modernização do edifício estavam previstas para 2017, mas a licitação foi suspensa por impugnação do licitante. Uma nova licitação foi aberta, da qual participaram 19 empresas. A Engeste Empresa de Engenharia do Centro-Oeste foi a vencedora e teve o aval para o início das obras, em meados do ano passado. Já foram realizadas obras para o escoramento da marquise e para a troca da caixa d’água e da instalação elétrica – ambas concluídas em 2016. O local está fechado desde 2014.

Sobre a BDB

Inaugurada em 20 de novembro de 1970, a Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles é conhecida como BDB em referência ao nome anterior do espaço – Biblioteca Demonstrativa de Brasília.

Entre as atribuições da biblioteca, está a de ser uma referência (unidade modelo) para outras bibliotecas públicas, em especial para aquelas integrantes do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP). Ainda cabe à instituição atuar como laboratório de pesquisa para ações, projetos e programas nas áreas de biblioteca, livro, leitura e literatura.

Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial da Cultura
Ministério da Cidadania