Acervo

Casa de Rui pode ganhar centro de preservação de bens culturais

Secretário Henrique Pires participou nesta quarta-feira de reunião sobre o centro, que pode abrigar acervos de escritores como Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, Pedro Nava, Vinicius de Moraes, Clarice Lispector e Fernando Sabino

publicado: 28/03/2019 10h10,
última modificação: 28/03/2019 10h10
Da esquerda para a direita: Joëlle Rachel Rouchou, Ana Lígia Silva Medeiros, secretário Henrique Pires, Lúcia Maria Velloso de Oliveira, Jurema Seckler e Ronaldo Leite Pacheco Amaral (Foto: Divulgação)

O secretário Especial da Cultura, Henrique Pires, conheceu nesta quarta-feira (27), em reunião na sede da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), no Rio de Janeiro, o projeto de construção do Centro de Preservação de Bens Culturais, edifício de cinco pavimentos e dois mil metros quadrados que abrigará diversos acervos públicos, entre eles os dos escritores Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, Pedro Nava, Vinicius de Moraes, Clarice Lispector e Fernando Sabino.

A proposta é que o Centro de Preservação de Bens Culturais abrigue os acervos da Biblioteca São Clemente, do Arquivo-Museu de Literatura Brasileira (AMLB) e do Arquivo Histórico e Institucional, além do Laboratório de Conservação e Restauração Documental e do Núcleo de Preservação Arquitetônica, todos integrantes da estrutura da FCRB.

Além dos acervos dos escritores, o objetivo é expor no local acervos do arquivo de Rui Barbosa, reconhecido como Memória do Mundo pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), arquivos e coleções de outros políticos, como Pandiá Calógeras e Eduardo Prado, e coleções familiares, como da Família Barbosa de Oliveira e de Lúcia Sanson. Os arquivos são documentados em papéis, filmes, objetos, mobiliários, mapas e conteúdos digitais.

Para viabilizar a construção do edifício, orçado em R$ 35 milhões, o secretário propôs uma reunião de representantes da Fundação Casa de Rui Barbosa com estatais brasileiras, como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Participaram da reunião a presidente substituta da FCRB, Lucia Maria Velloso de Oliveira, a diretora do Centro de Memória e Informação, Ana Ligia Silva Medeiros, a diretora substituta do Centro de Pesquisa, Joëlle Rachel Rouchou, e o coordenador-geral de Administração, Ronaldo Leite Pacheco Amaral.

Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial da Cultura
Ministério da Cidadania