Artes visuais

Cidadania vai apoiar comemorações do centenário de Carlos Scliar

Secretário Henrique Pires recebeu nesta terça-feira a secretária de Cultura e Esportes de Santa Maria (RS), Marta Zanella

publicado: 26/06/2019 16h36,
última modificação: 26/06/2019 16h49
Secretários Marta Zanella e Henrique Pires conversaram sobre as comemorações do bicentenário de nascimento do pintor Carlos Scliar (Foto: Clara Angeleas/Ministério da Cidadania)

O Ministério da Cidadania vai apoiar as comemorações do centenário de nascimento do artista plástico, pintor, desenhista, gravurista, ilustrador, cenógrafo, roteirista e designer gráfico gaúcho Carlos Scliar, em junho de 2020. O anúncio foi feito nessa terça-feira (25) durante reunião entre o secretário especial da Cultura, Henrique Pires, e a secretária de Cultura e Esportes de Santa Maria (RS), Marta Zanella.

Para o secretário, Scliar merece uma homenagem em sua terra natal. “É um grande artista visual e plástico de Santa Maria. No Palácio do Planalto, na sala do presidente, tem um quadro dele, assim como na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. Estamos vendo eventos comemorativos no Rio de Janeiro e em Brasília, mas faltava Santa Maria, onde ele nasceu”, destaca Pires. “Lá, nos temos um museu maravilhoso, que está sempre à disposição, biblioteca pública, arquivo público, podemos fazer muita coisa”, acrescentou aliou a secretária Marta Zanella.

Durante o encontro, Marta Zanella também abordou a proteção ao patrimônio tombado de Santa Maria. “Sabemos que esse acervo, esse patrimônio cultural não pode se perder. Temos que cuidar do nosso passado”, afirmou a secretária. Henrique Pires sugeriu que uma das fontes de arrecadação de recursos para projetos desse gênero no município é o Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDD), do Ministério da Justiça, composto por verbas provenientes de condenações judiciais, multas e indenizações para reparação de danos causados ao meio ambiente, ao consumidor, a bens e direitos de valor artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico.

Apenas em 2019, 29 projetos de restauração e requalificação de bibliotecas, museus e edifícios tombados pelo patrimônio histórico receberam cerca de R$ 200 milhões do FDD. Os projetos foram selecionados por meio de edital lançado em abril deste ano.

Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial da Cultura
Ministério da Cidadania