Capacitação

Cineastas e alunos têm acesso gratuito a estúdio e equipamentos no CTAv

Instituição, ligada à Secretaria Especial da Cultura, oferece perspectiva profissionalizante a jovens talentos e alunos de escolas públicas

publicado: 10/01/2019 14h09, última modificação: 14/01/2019 17h50

O Centro Técnico Audiovisual (CTAv), da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania, apoia desde 1985 a produção, a conservação e a pesquisa audiovisual no Brasil. Com objetivo de fomentar a produção nacional de pessoas físicas e jurídicas, o Centro – localizado no Rio de Janeiro (RJ) – oferece a cineastas iniciantes ou profissionais serviços gratuitos, como depósito de filmes, empréstimo de equipamentos, mixagem, pesquisa, utilização do estúdio e apoio a mostras e festivais, entre outros.

Em 2018, o CTAv atendeu 165 pedidos de pesquisas de 175 filmes e aprovou 53 projetos de apoio à produção. O Centro apoiou a mixagem de importantes e premiadas obras independentes, como o documentário “Humberto Mauro”, indicado para a Mostra Venice Classics Documentary Films, do Festival de Veneza. Além disso, o CTAv integrou pela primeira vez o Audiovisual Preservation Exchange, tendo recebido em junho um grupo do mestrado em preservação da New York University.

A intenção primordial da instituição é apoiar o desenvolvimento da atividade audiovisual brasileira, de acordo com a coordenadora geral do CTAv, Daniela Pfeiffer. “O Centro assumiu a formação como sua principal vocação, passando a oferecer também cursos, oficinas, visitas interativas e programas com escolas públicas. Com isso, a instituição tem ampliado o diálogo com um público que não necessariamente atua no mercado audiovisual, oferecendo uma perspectiva profissionalizante”, informa.

Entre os serviços mais procurados está o de mixagem, que é o trabalho de equalização, processamento e distribuição do áudio do material audiovisual nas caixas de som. O serviço é realizado pelo mixador oficial do CTAv. Caso mixadores externos queiram trabalhar em suas obras, o Centro também disponibiliza o estúdio e a infraestrutura para esse trabalho, sempre das 9h às 12h e sujeito a agendamento prévio. Os pedidos serão avaliados por uma comissão do Centro.

Apoios e serviços

Equipamentos de filmagem digital e gravação de áudio podem ser solicitados ao CTAv, sob forma de empréstimo, para a gravação de filmes e produtos voltados para televisão. Os interessados devem participar de seleção pública, inscrevendo-se pelo site. Caso selecionados, podem usar o kit de filmagem de um a 30 dias, desde que seja adequado ao projeto.

Além disso, pessoas e empresas podem depositar materiais audiovisuais brasileiros no acervo do Centro. É possível também realizar consultas de fotos, artigos e trechos de filmes em película e digitais cujos direitos patrimoniais pertençam à instituição.

O Centro também conta com o Prêmio CTAv de Apoio a Mostras e Festivais, que garante aos selecionados serviços gratuitos de mixagem e empréstimo de equipamentos exclusivamente para a participação em mostras e festivais.

Preservação e Difusão

Na área de preservação e difusão, o Centro apoiou 30 mostras e festivais de cinema em todo o Brasil, incluindo o Festival do Rio, Festival de Tiradentes, Festival de Gênero e Sexualidade, Festival de Cinema Cristão, dentre outros. Em sua sede, recebeu no ano passado 11 escolas públicas e 18 grupos (faculdades, instituições e empresas) no âmbito dos programas “Formação do Olhar” e “CTAv de Portas Abertas”, respectivamente.

O setor de acervo do CTAv incorporou mais de 700 novos filmes e vídeos, revisou aproximadamente 1.200 rolos de filme, além de atualizar e revisar 2.260 materiais da Base de Dados do Acervo CTAv. Parte do espaço da sede foi modificado para oferecer workshops, palestras e cursos de animação, som, iluminação, captação de recursos e outros, com centenas de participantes.

Sobre o CTAv

Criado em 1985 a partir de parceria entre a Embrafilme e o National Film Board do Canadá, o CTAv integra, desde 2003, a estrutura do Ministério da Cultura, atual Secretaria Especial da Cultura. O centro é referência na América Latina em conservação de acervo, sendo responsável pela guarda de mais de 20 mil rolos de película e 4,5 mil arquivos digitais.

Serviço

Endereço: Avenida Brasil, 2482, Benfica – Rio de Janeiro (RJ)
Horário de atendimento ao público: das 10h às 16h
Telefone: (21) 3501-7801

Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania