Turismo

Empresários querem transformar Engenho Rural em Complexo Cultural

Proprietário do Engenho Rural Coronel Pedro Osório, em Pelotas (RS), apresenta plano de construção da obra ao secretário Henrique Pires, em Brasília

publicado: 09/04/2019 17h34,
última modificação: 09/04/2019 17h35
Reunião com o secretário Henrique Pires tratou da implementação de um complexo cultural em Pelotas (Foto: Ronaldo Caldas / Ascom Ministério da Cidadania)

Na tarde desta terça-feira (9), o secretário especial da Cultura, Henrique Pires, recebeu em seu gabinete, o secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação de Pelotas, Gilmar Sazanella, e Alexandre Rodrigues e Ricardo Ferreira, sócios proprietários do Engenho Rural Coronel Pedro Osório. Também participou da reunião o deputado federal Daniel Trzeciak (PSDB/RS).

Durante o encontro, foi apresentado a Henrique Pires o projeto de construção e implementação de um complexo cultural na área ocupada pelo Engenho Rural, de 90 mil metros quadrados. Com 15 mil metros de área construída, o Engenho está situado às margens do Canal São Gonçalo. O novo complexo agrupará atividades de entretenimento, educação, empreendedorismo, cultura e conveniência e servirá como um vetor de desenvolvimento para a região.

O engenho foi construído no início do século XX, com a capacidade de beneficiar 700 sacas de arroz e era considerado o maior de todo o estado do Rio Grande do Sul. De acordo com os sócios, com a reforma do prédio e revitalização do espaço, esse símbolo pelotense das eras do charque e do arroz também se tornará importante referência para cidade como polo de inovação e cultura da era digital.

Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial da Cultura
Ministério da Cidadania