Exposição explora a constituição do corpo caboclo

Fortaleza sedia exposição até o dia 15 de Julho.

publicado: 02/07/2014 15h57,
última modificação: 30/01/2019 13h44
Exposição fica em Fortaleza até o dia 15 de julho e faz parte do Concurso Cultura 2014. (Foto: Divulgação)

O “Corpo Caboclo”,  uma exposição fotográfica com curadoria de Jared Domício e coordenação de Victor Perligeiro,  explora um questionamento anteriormente feito por Euclides da Cunha, em seu “Sertões”, na descrição da constituição física do nordestino. Com a participação de diversos artistas, a exposição pergunta e tentar responder à dúvida sobre se existe e como está constituído o brasileiro contemporâneo. 

 
O projeto, uma seleção do Concurso Cultura 2014, do Ministério da Cultura, está aberto para visitação pública até o dia 15 de Julho na Galeria Multiarte, Rua Barbosa de Freitas, 1727 – Aldeota, em Fortaleza. 
 
“Seria possível pensar em um corpo como matriz genuinamente brasileira em seus gestos, sentidos e constituição? Um corpo que carregasse em si uma maneira singular de se perceber e se relacionar com o mundo? E supondo que fosse possível essa identificação, quais as nuances dessa percepção caberiam à cultura nordestina? De início, tal pensamento já desmonta na medida em que nos reconhecemos como um povo de múltiplas origens, ainda assim o exercício de pensar sobre como somos constituídos nos levou a indagar sobre o que aqui chamamos de corpo caboclo”, define o curador Jared.
 
O recorte se dá na análise de um corpo de origem cabocla presente, sobretudo, nas regiões Norte e Nordeste. Por conta da miscigenação brasileira, acaba por trabalhar a questão etnográfica que permeia o povo brasileiro e, consequentemente, se faz presente na produção artística do país. Os artistas foram escolhidos pela relevância artística nos cenários local e nacional e, principalmente, a partir das possibilidades de diálogo com o tema da exposição. A intenção, longe de firmar padrões, é fomentar a reflexão sobre as múltiplas identidades do povo brasileiro.
 
Thaís Mallon
Assessoria de Comunicação do Ministério da Cultura