Atendimento

Ministério da Cidadania capacita gestores de Estações Cidadania

Evento em Aparecida de Goiânia reuniu representantes de 11 unidades de seis estados. Objetivo é trocar informações para melhor gestão das Estações

publicado: 09/08/2019 19h49,
última modificação: 09/08/2019 19h49
Foto: Divulgação

A Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania reuniu, nesta quinta-feira (8), em Aparecida de Goiânia (GO), representantes de 11 Estações Cidadania localizadas em seis estados do Brasil. O evento teve o objetivo de capacitar os gestores das unidades em relação à implantação dos equipamentos, ao planejamento da gestão e a manutenção e sustentabilidade das atividades. O encontro também foi palco de intercâmbio de experiências e de debates sobre os principais desafios encontrados no dia a dia dos equipamentos.

Estiveram presentes ao evento, denominado 4º Ciclo de Ativações Regionais das Estação Cidadania, 65 participantes dos grupos gestores de Estações Cidadania localizadas nos municípios de Trindade, Senador Canedo, Valparaíso de Goiás, Jataí e Aparecida de Goiânia (2), em Goiás; Ituiutaba e Patrocínio, em Minas Gerais; Luís Eduardo Magalhães, na Bahia; São Felix do Xingu, no Pará; Queimados, no Rio de Janeiro; e São Paulo (SP).

“O evento foi muito bom porque, além de conhecer os representantes dos grupos gestores de diversas praças, foi possível trocar informações e conhecimentos e cada um pôde aprender um pouco com as experiências dos outros”, destacou o secretário de Difusão e Infraestrutura Cultural do Ministério da Cidadania, Paulo Nakamura.

“O ciclo de ativação busca aprimorar o trabalho realizado nas Estações Cidadania. Esse intercâmbio é importante para identificarmos erros, deficiências, ouvirmos sugestões de melhoria que possam ser implantadas nas demais estações, inclusive nas ainda não inauguradas”, completou.

O secretário de Cultura e Turismo de Queimados, Marcelo Lessa, que integra o grupo gestor da Estação Cidadania do município, parabenizou o Ministério da Cidadania pela realização do evento. “Tivemos a oportunidade de conhecer a realidade de outras Estações Cidadania e de conhecer pessoas que acreditam que, por meio desse equipamento cultural, podemos transformar a vida das pessoas, agregando cultura, esporte, descobrindo talentos e ajudando a inseri-los no mercado de trabalho”, afirmou.

“A Estação Cidadania transforma a localidade em que está inserida, porque onde há cultura e incentivo para as pessoas desenvolverem suas capacidades, a tendência é a diminuição da violência. Espero que haja mais encontros como este para que possamos trocar experiências e aprendizados”, ressaltou.

Sobre as Estações Cidadania

Localizadas em regiões de alta vulnerabilidade social, as Estações Cidadania reúnem ações de cultura, esportes, assistência social e capacitação profissional, além de políticas de prevenção à violência, em um único espaço. Em 2019, 11 Estações Cidadania já foram inauguradas. A gestão do local é compartilhada entre as prefeituras e a comunidade, com a formação de um grupo gestor composto pela sociedade civil organizada, moradores e secretarias municipais.

Até o momento, já foram inauguradas 200 Estações Cidadania no Brasil. No total, está programada a construção de 329 Estações em 311 municípios do País, o que corresponde a um investimento de R$ 817,6 milhões, sendo R$ 725,06 milhões da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania e R$ 92,54 milhões de contrapartida das prefeituras municipais.

Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial da Cultura
Ministério da Cidadania