Museus

Museu Regional de Caeté reabrirá as portas após seis anos fechado

Obras de restauração integral iniciaram-se em 2016 e foram custeadas pelo Fundo Nacional da Cultura (FNC), com um valor aproximado de R$ 2,7 milhões

publicado: 17/05/2019 11h39,
última modificação: 17/05/2019 15h20
As obras de requalificação do Museu contemplaram tanto a restauração integral do sobrado quanto das áreas anexas (Foto: Ibram)

O Museu Regional de Caeté reabrirá ao público após seis anos fechado para visitação. A reabertura do Museu ocorrerá neste sábado (18), às 14h30, em um evento público. A cerimônia de abertura faz parte da programação da 17ª Semana Nacional de Museus e coincidirá com o Dia Internacional dos museus, data em que museus do mundo inteiro celebram e promovem diversas atividades.

O edifício que o Museu Regional de Caeté está abrigado é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan)

Em outubro 2012, o Museu Regional de Caeté, que é gerido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), vinculado ao Ministério da Cidadania, teve de ser fechado para visitação do seu prédio principal devido a problemas estruturais. Após passar por uma intervenção emergencial em 2013/2014, as obras de restauração integral iniciaram-se em 2016 e foram custeadas pelo Fundo Nacional da Cultura (FNC), com um valor aproximado de R$ 2,7 milhões.

As obras de requalificação do Museu contemplaram tanto a restauração integral do sobrado quanto das áreas anexas, dotando o museu de uma reserva técnica, projeto de prevenção e combate a incêndio, equipamentos de Circuito Fechado de TV, alarme e proteção contra descargas elétricas, além da instalação de um elevador para atender pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida.

O edifício que o Museu Regional de Caeté está abrigado é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan). Trata-se de um belo sobrado de dois pavimentos construído em fins do século XVIII, valorizado pela presença de casas térreas vizinhas e pelos afastamentos laterais, que lhe conferem grande imponência.

A sua exposição, que foi toda modernizada para reabertura, conta a história de formação da região de Caeté, passando pela religiosidade da região e ambientações do modo de vida dos séculos XVIII e XIX. O grande destaque da exposição está na montagem quase completa da capela de São Manoel do Peti, cujo prédio foi inundado por barragem da Cemig na década de 1940.

O Museu Regional de Caeté fica na Rua Doutor Israel Pinheiro, 176, no Centro do município de Caeté, região metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Instituto Brasileiro de Museus (Ibram)
Ministério da Cidadania