Nota de Pesar

publicado: 28/07/2020 17h24,
última modificação: 29/07/2020 16h59

Francisco Ferreira Lima, mais conhecido como Pinto do Acordeon nos deixou no último dia 21 de julho, vitimado por um câncer de bexiga. Foi a mente por trás de grandes obras gravadas por grandes astros como Luiz Gonzaga, Fagner e Elba Ramalho e representava como ninguém o povo nordestino. Minha singela homenagem a este Brasileiro, parafraseando um pequeno trecho de uma de suas composições ‘Eu nasci numa casa de taipa, o meu berço foi um caçuá, a banheira foi uma gamela, o travesseiro um tronco de juá, me criei bem lá no pé-da-serra, foi lá que deixei meu xodó, vou voltar e fazer uma seresta, vai ter festa no meu piancó’

Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial da Cultura