Patrimônio

Termo de Compromisso garante recursos para obras no Maranhão e no Pará

Acordo firmado destinará R$ 15,3 milhões parra obras de requalificação em São Luís e Belém

publicado: 16/07/2019 16h42,
última modificação: 16/07/2019 16h42
Acordo firmado destinará R$ 15,3 milhões parra obras de requalificação em São Luís e Belém
Centro Histórico de São Luís receberá investimento de R$ 11 milhões. Foto: Acervo Iphan

Um valor de R$ 15,3 milhões é o resultado de um acordo firmado entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), entidade vinculada ao Ministério da Cidadania, e a Vale. Os recursos serão destinados a obras no Centro Histórico de São Luís (MA) e na cidade de Belém (PA). O Termo de Compromisso foi assinado no dia 15 de julho, na superintendência do Iphan-MA. Esta é uma ação de mitigação em função das obras de duplicação da ferrovia Carajás nos estados do Pará e Maranhão.

No Maranhão, estão previstas duas intervenções, ambas no Centro Histórico de São Luís, totalizando investimento de R$ 11 milhões. A primeira visa à requalificação da praça das Mercês, no sopé do promontório do Convento das Mercês; a segunda, é obra de reabilitação urbana do Conjunto Tombado da praça João Lisboa e Largo do Carmo e seu entorno, o que inclui a rua de Nazaré. Além disso, será realizada a requalificação do abrigo do Largo do Carmo, também no Centro Histórico. 

Já no Pará, os investimentos de R$ 4,3 milhões incluem o desenvolvimento de projetos executivos para a restauração e manutenção do edifício sede do Iphan na capital Belém, além da ampliação da edificação anexa à sede. 

Iphan no Maranhão

As ações fazem parte da atuação do Iphan no estado do Maranhão, onde foram investidos mais de R$ 51 milhões. Dentre as obras realizadas nos últimos anos, estão a revitalização do Engenho de São Pedro, em Pindaré Mirim; a recuperação da Casa do Tambor de Crioula, em São Luís; e outras nove ações já entregues pelo Iphan no estado.

Na lista de intervenções realizadas, ainda estão a restauração do Teatro Tablado, do Centro Educacional Guaxenduba, do Centro Artístico Operário, do Palácio das Lágrimas e da Junta Comercial do Maranhão, todas na capital, que totalizam outros R$ 9,8 milhões investidos. Em agosto, será entregue a obra de Requalificação Urbanística da Rua Grande, também no Centro Histórico de São Luís, que inclui as praças Panteon e Deodoro.

Assessoria de Comunicação
Secretaria Especial da Cultura
Ministério da Cidadania